Enzo Samuel vê colapso na saúde e cobra gestão Dr. Pessoa

"Existe uma total desorganização, um colapso na saúde", afirmou Enzo Samuel
Hérlon Moraes Hérlon Moraes

O vereador e presidente da Câmara de Teresina, Enzo Samuel, subiu o tom contra a Prefeitura de Teresina ao dizer que a saúde da capital vive um colapso. O parlamentar se refere, principalmente, ao fato de que o abastecimento de oxigênio nos hospitais do município está sendo feito graças a uma decisão da justiça. A empresa White Martins alega falta de pagamento por parte da Fundação Municipal de Saúde (FMS). “Existe uma total desorganização, um colapso na saúde”, afirmou o vereador.

Atitude enérgica

Enzo, que no passado foi contra a abertura de um processo de impeachment contra o prefeito Dr. Pessoa que chegou a ser apresentado na Câmara, disse ainda que servidores terceirizados estão sem receber salário e que o parlamento vai buscar saber o que está acontecendo e, se for preciso, medidas enérgicas serão tomadas. “Existe uma ineficiência”, afirmou.

Redução de plantões

A temperatura deve subir ainda mais na Câmara nesta segunda-feira, dia 18, já que uma audiência pública vai discutir a redução no valor do plantão de categorias não médicas da capital. A proposição da audiência é do próprio presidente da Casa e do vereador Evandro Hidd. No início do mês, a FMS, em memorando enviado aos hospitais, Samu e a outros locais de atendimento, disse que os ajustes nos valores eram necessários para corrigir algumas inconformidades constatadas na folha de pagamento.

Sem reajuste há 10 anos

Os profissionais não médicos alegam que o valor do plantão extra há 10 anos estava em R$ 350 e agora sofreu redução. Para quem tem vínculo estatutário, o valor do plantão ficou em R$ 280, o mesmo valor do profissional temporário. Para dentista estatutário, o plantão ficou em R$ 310.

FMS
Sede da FMS. Foto: Divulgação

Paz e amor

O ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias, fez um afago nas redes sociais ao presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, Franzé Silva, e ao deputado estadual Dr. Vinicius. Os dois figuraram na lista de possíveis nomes do PT para disputar o Palácio da Cidade, mas ficaram pelo caminho em virtude da forte aceitação do também deputado Fábio Novo, que terminou ficando com a vaga.

Fala Wellington

“São dois brasileiros comprometidos com nosso povo. Hoje conversamos sobre como seguir estreitando ainda mais a integração de esforços em novos passos para o desenvolvimento e em favor dos piauienses! Vamos juntos”, afirmou o ministro, que é especialista em buscar a paz em seu partido.

Franzé Silva, Wellington Dias e Dr. Vinícius. Foto: Divulgação
Compartilhar

Mais Colunas

Últimas Notícias

Mais Lidas