Paulo Márcio diz que zona rural foi esquecida por motivo eleitoral: “só 8%”

Paulo Márcio é pré-candidato a prefeito de Teresina pelo MDB nas eleições de 2024
Hérlon Moraes Hérlon Moraes

Enquanto o MDB não decide que rumo irá tomar nas eleições 2024 em Teresina, o médico Paulo Márcio, possível pré-candidato do partido ao Palácio da Cidade, continua a sua peregrinação pela capital. No fim de semana, a agenda foi na comunidade rural Lagoa dos Afonsinhos, onde participou da tradicional pega de boi no mato na região. Paulo Márcio aproveitou e fez críticas sobre a ação do poder público na zona Rural. Segundo ele, são 87 localidades rurais em Teresina todas com os serviços essenciais mais básicos totalmente precários, como: água, luz, lixo, esgoto e acesso. “Os outros serviços como saúde e educação são artigos de luxo pra toda essa gente”, afirmou. O médico foi além e disse que são 60 mil habitantes desassistidos e insinuou que isso só vem acontecendo pelo fato de a zona Rural só representar 8% do eleitorado da capital. “As estruturas básicas de município ainda não chegaram pra essa gente”, afirmou.

Segue o baile

Expectativa para mais uma adesão de membro da oposição progressista à oposição petista em Teresina. Trata-se de um deputado estadual que era governo e agora está voltando. A aventura no lado de lá não foi muito exitosa nas urnas, terminou o pleito do ano passado como suplente, e agora faz o caminho de volta para a casa.

Em silêncio

A deputada estadual Bárbara Soares segue em silêncio desde o anúncio da adesão que jogou ao chão a oposição progressista em Teresina. Duramente atacada nas redes sociais por membros do seu ex-time, a parlamentar preferiu se recolher para não prolongar o sofrimento de sua família, que assistiu na TV entrevistas nada agradáveis.

Bárbara do Firmino e Fábio Novo. Foto: Alysson Dinis

Nova missão

O governador Rafael Fonteles já está na China para nova missão internacional. O chefe do Executivo estadual vai participar de uma série de reuniões e encontros, a partir desta segunda, com o objetivo de atrair mais investimentos para o Piauí. A comitiva foi recepcionada em Pequim pelo ministro-conselheiro da Embaixada do Brasil em Pequim, João Batista Magalhães, e pelo secretário Adriano Giacomet. Rafael visitará ainda o Japão e Coreia do Sul.

Rafael na China
Governador Rafael Fonteles desembarca na China. Foto: Reprodução
Compartilhar

Mais Colunas

Últimas Notícias

Mais Lidas