Caso Carlos Henrique: Secretário Chico Lucas ratifica laudo do IML

Secretário disse que vídeo esclarece caso e confirma laudo do IML
Ananias Ribeiro Ananias Ribeiro

O secretário estadual de Segurança Pública, Chico Lucas, ratificou na tarde desta segunda-feira, dia 03, o laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontando que o músico Carlos Henrique de Araújo Rocha, 24, morreu vítima de politraumatismo e lesões por ação contundente provocada por acidente de trânsito na madrugada da última quinta-feira, dia 30, em Teresina.

Essa versão é contestada pela família e o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) informou em nota que a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que prestou os primeiros socorros ao músico informou que o paciente tinha sofrido uma “perfuração de arma de fogo na região da cabeça”.

“Queremos deixar claro a toda sociedade piauiense que nós confiamos e ratificamos o laudo emitido pelo Instituto Médico Legal, que disse que a causa da morte é politraumatismo decorrente do acidente de trânsito. O DHPP é uma instituição séria da Polícia Civil, que sempre age com total independência e os delegados que lá estão vão conduzir esse inquérito, como tantos outros, com a independência e autonomia necessárias para elucidar os crimes”, disse Chico Lucas.

O secretário ratificou que os autores do crime são bandidos recorrentes e provocaram a morte de Carlos Henrique. Ele disse ainda que não irá permitir que o caso seja usado para macular as forças de segurança do Estado.

“Essa ação, é bom que se diga, esteve dentro dos trâmites legais desde seu início, quando o acompanhamento tático feito pela Força Tática da Polícia Militar estava no encalço de assaltantes com extensa ficha criminal que realizavam seus crimes na zona leste de Teresina. E que foram esses assaltantes que provocaram o acidente que trouxe a óbito o senhor Carlos Henrique. Portanto, não vamos permitir que pessoas utilizem a dor da família para macular a imagem da Polícia Militar, da Polícia Civil e do Departamento de Polícia Científica”, afirmou Chico Lucas.

Vídeo

O secretário afirmou que um vídeo esclarecedor foi mostrado à família tirando todas as dúvidas sobre as circunstâncias da morte de Carlos Henrique. Para preservar os familiares, as imagens não serão divulgadas, sendo anexadas ao inquérito policial e entregues à Justiça.

“As imagens que já foram apresentadas para a família, são esclarecedoras. Nós não iremos divulgar em respeito e solidariedade a mãe, o pai e a esposa do Carlos Henrique. Que esse vídeo será anexado aos autos do inquérito policial e será remetido à Justiça. Ao final ficará totalmente esclarecida a causa da morte do senhora Carlos Henrique”, finalizou Chico Lucas.

  • Vídeo: Chico Lucas fala sobre caso Carlos Henrique
Share This Article
Compartilhar:
Jornalista e acadêmico de Direito. Editor do portal PI24h. Foi repórter do Portal AZ, 180 Graus e editor do Portal Meio Norte. Editor de política do Jornal Meio Norte. Apresentador e comentarista de política na Rede Meio Norte.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias