HUT aponta tiro na cabeça de músico e contradiz laudo do IML

Carlos Henrique deu entrada no hospital por volta das 3h em Teresina
Redação PI24h Redação PI24h

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) informou em nota que a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que prestou os primeiros socorros ao músico Carlos Henrique de Araújo Rocha, 24, informou que o paciente tinha sofrido uma “perfuração de arma de fogo na região da cabeça”.

Com base nessas informações, a equipe médica do HUT iniciou imediatamente o atendimento e os procedimentos necessários para a estabilização do paciente. Dada a gravidade do caso, foram solicitados exames de imagem, incluindo uma tomografia do crânio, com o intuito de determinar a melhor conduta médica para o seu tratamento”, destacou, em nota, o HUT.

Carlos Henrique deu entrada no hospital por volta das 3h da última quinta-feira, dia 30. Ele veio a óbito poucas horas depois. “Apesar dos esforços incansáveis da equipe médica, o paciente Carlos Henrique de Araújo Rocha veio a óbito antes de ser estabilizado”, completou, em nota, o HUT.

Em laudo, o Instituto de Medicina Legal (IML) informou que o músico morreu em decorrência de um acidente de trânsito durante uma perseguição policial na zona leste de Teresina. Segundo o laudo, o músico morreu por “politraumatismo” e por “ação contundente”, sem marcas de tiro. A versão é contestada pela família de Carlos Henrique.

Prisões

A Polícia Militar do Ceará prendeu neste sábado, dia 01, no município de Tianguá, duas pessoas – um homem e uma mulher – suspeitas de participação na morte do músico Carlos Henrique, 24. No momento da prisão, os dois apresentaram nomes falsos aos policiais. A mulher está com o braço imobilizado e usava uma tipoia. Com o casal, os policiais apreenderam dinheiro, cartões, drogas e joias. Eles são suspeitos de praticar roubos na região de Tianguá.

Os dois estariam no veículo que atingiu o carro de aplicativo que conduzia o músico no cruzamento das avenidas Dom Severino e Presidente Kennedy, na zona leste de Teresina. O veículo era ocupado por dois homens e uma mulher – um dos ocupantes chegou a ser preso, mas fugiu do Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

  • Confira íntegra da nota do HUT

O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) vem a público esclarecer os fatos relacionados ao atendimento prestado ao paciente Carlos Henrique de Araújo Rocha, músico que deu entrada no hospital na madrugada de 30 de maio e que veio a óbito poucas horas depois.

Carlos Henrique deu entrada no HUT por volta das 03h da manhã, via Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ao chegar, ele foi prontamente recebido na sala de Trauma devido à gravidade de sua condição. Segundo a equipe do Samu que prestou o socorro inicial, o paciente havia sofrido uma perfuração de arma de fogo na região da cabeça.

Com base nessas informações, a equipe médica do HUT iniciou imediatamente o atendimento e os procedimentos necessários para a estabilização do paciente. Dada a gravidade do caso, foram solicitados exames de imagem, incluindo uma tomografia do crânio, com o intuito de determinar a melhor conduta médica para o seu tratamento.

Para a realização dos exames com segurança, é necessário que o paciente esteja em condição estável. Apesar dos esforços incansáveis da equipe médica, o paciente Carlos Henrique de Araújo Rocha veio a óbito antes de ser estabilizado.

O Hospital de Urgência de Teresina expressa suas mais profundas condolências à família e amigos do músico Carlos Henrique de Araújo Rocha neste momento de dor e reafirma o compromisso de prestar o melhor atendimento possível a todos os seus pacientes, sempre com o objetivo de salvar vidas e minimizar o sofrimento.

Share This Article
Compartilhar:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias