Piauí tem maior alta no percentual de empregos no Brasil

Piauí teve 100.533 admissões e 81.262 demissões, gerando um saldo de 19.271
Redação PI24h Redação PI24h

O Piauí é o estado brasileiro que atingiu maior variação relativa na geração de empregos em todo o Brasil, entre os meses de janeiro e agosto de 2023. Segundo divulgado pela Fundação Cepro nesta segunda-feira, dia 02, o estado alcançou o índice de 6,14% no acumulado do ano, se consolidando no topo do ranking nacional de empregos formais, à frente do Mato Grosso (6,12%) e Roraima (6,01%).


Os dados se baseiam no Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Nos oito primeiros meses de 2023, o Piauí teve 100.533 admissões e 81.262 demissões, gerando um saldo de 19.271 postos de trabalho. As parciais positivas alcançadas ao longo do ano, resultam na variação de 6,14%.

Em agosto, de acordo com o Caged, o Piauí registrou saldo positivo de 2.764 postos de trabalho gerados. A variação foi de 0,84% em relação ao estoque do mês anterior.

A atividade com maior aumento na geração de empregos no Piauí, entre janeiro e agosto, foi a construção de estações e redes de distribuição de energia, com 364 vagas. Na sequência vem a construção de rodovias e ferrovias (176) e os serviços de restaurantes e alimentação (162).

Ao longo de 2023 os resultados mensais do Caged, colocaram o Piauí por diversas vezes na liderança regional e nacional na geração de empregos. O bom momento reflete o esforço do Governo do Estado em atrair investimentos e canalizar recursos para setores estratégicos para fazer girar a economia, criar postos de trabalho. A geração de empregos é uma meta prioritária da gestão Rafael Fonteles.

Compartilhar
Compartilhar:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias