Diniz convoca Rapinha para Brasil após corte de Vini Jr

Técnico Fernando Diniz convocou Rapinha, do Barcelona, para substituir Vini Jr
Agência Brasil Agência Brasil

O atacante Vinicius Júnior, atualmente no Real Madrid, está fora da seleção brasileira nas duas primeiras partidas das Eliminatórias Sul-Americanas, nos próximos dias 8 e 12 de setembro. A primeira baixa na lista de convocados foi anunciada nesta terça-feira, dia 29, pela CBF.


Segundo nota oficial da entidade, o técnico Fernando Diniz convocou Rapinha, do Barcelona, para substituir Vini Jr no ataque. A úlitma vez que Raphinha defendeu a amarelinha foi na Copa do Catar, quando a seleção era comandada por Tite.

De acordo com a CBF, o médico da seleção Rodrigo Lasmar analisou o laudo dos exames de Vini Jr, enviados pelo departamento médico do Real Madrid, e atestou a lesão muscular na região posterior da coxa direita.

Na última sexta (25), Vini Jr. se machucou durante partida do Real Madrid contra o Celta de Vigo, pelo Campeonato Espanhol. A estimativa de recuperação do brasileiro é de até seis semanas.

Os jogadores convocados por Diniz começam a se apresentar à seleção na noite da próxima segunda (4 de setembro) em Belém do Pará, onde será a estreia da equipe nas Eliminatórias. O Brasil enfrenta a Bolívia, em 8 de setembro (sexta-feira), às 21h45 (horário de Brasília), no recém-inaugurado Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, na capital paraense. Quatro dias depois, a seleção visita o Peru, às 23h, na capital Lima.

As Eliminatórias Sul-Americanas reúnem ao todo 10 países. Os seis primeiros colocados ao fim das 18 rodadas, asseguram vaga direta no Mundial. Há ainda uma sétima vaga para o continente sul-americano, que será disputada na repescagem. A Copa de 2026, a primeira com 48 seleções, será realizada nos Estados Unidos, Canadá e México.

Compartilhar
Compartilhar:
A Agência Brasil é uma agência de notícias brasileira gerida pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Foi criada durante o governo de Fernando Collor em substituição à extinta Empresa Brasileira de Notícias, que por sua vez era continuidade da Agência Nacional, criada por Getúlio Vargas.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias