Em eleição acirrada, Celso Barros é reeleito presidente da OAB-PI

Ananias Ribeiro Ananias Ribeiro

O advogado Celso Barros Coelho Neto, da chapa “Pra Seguir em Frente”, foi reeleito presidente da OAB-PI, com 3.029 votos (37,52% dos votos válidos), ao lado de sua vice, a advogada Daniela Freitas. A eleição ocorreu na sede da Seccional, em Teresina, e nas sedes das 15 subseções, neste domingo, dia 21.

O advogado Raimundo Júnior, candidato a presidente pela Chapa “OAB de Verdade” foi o segundo colocado, com 2.970 votos (36,79% dos votos válidos). Em terceiro lugar, o candidato Carlos Henrique, da chapa “Coragem Para Mudar”, com 1.847 votos (22,88% dos votos válidos). Houve ainda 98 votos em branco e 127 nulos (2.81% dos votos).

  • Resultado da eleição da OAB-PI

Celso Barros – 3.029 – 37,52%
Raimundo Jr – 2.970 – 36,79%
Carlos Henrique – 1.857 – 22,88%

A Diretoria da chapa eleita para o triênio 2022-2024 é composta por Celso Barros Coelho Neto (Presidente), Daniela Freitas (Vice-Presidente), Raylena Alencar (Secretária-Geral), Auderi Martins (Secretário-Geral Adjunto) e Marcus Nogueira (Diretor-Tesoureiro).

Para o Conselho Federal, foram eleitos os advogados Carlos Augusto de Oliveira Medeiros Júnior, Élida Fabrícia Oliveira Machado Franklin e Shaymmon Emanoel Rodrigues de Moura Sousa.

A Caixa de Assistência dos Advogados (CAAPI) terá como presidente, Talmy Tércio Ribeiro da Silva Júnior. A vice-presidente será Maria Dalva Fernandes Monteiro. Como secretária-geral, Ravennya Muara Oliveira Silveira Moreira. A secretária-geral adjunta será Jória Maria Batista Nunes Soares; e o diretor-tesoureiro, Josélio Sálvio Oliveira.

Para os advogados regulares com a sua anuidade e que não conseguiram votar, o prazo para fazer a justificativa é de até 30 dias a partir deste domingo, dia 21.

Para justificar o voto, é necessário informar o número de inscrição, número de segurança, nome completo, justificativa e anexar documentos que reforcem a impossibilidade de comparecer ao domicílio eleitoral (passagem aérea, nota fiscal de hotel, combustível, atestado médico, comprovantes de cursos). A Comissão Eleitoral será a responsável por apreciar as justificativas.

Share This Article
Compartilhar:
Jornalista e acadêmico de Direito. Editor do portal PI24h. Foi repórter do Portal AZ, 180 Graus e editor do Portal Meio Norte. Editor de política do Jornal Meio Norte. Apresentador e comentarista de política na Rede Meio Norte.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias