PL do Piauí deve ficar neutro e não se coligar com o PT

Ananias Ribeiro Ananias Ribeiro

O PL deve se comprometer com o presidente Jair Bolsonaro a não formalizar coligações com partidos de esquerda ou com o PT nos Estados. No caso do Piauí, a Executiva Nacional vai pedir à direção partidária que mantenha posição de neutralidade, sem dar palanque ao PT.

Esse foi o resultado da reunião do presidente nacional da sigla, Valdemar Costa Neto, com o presidente dos diretórios estaduais nesta quarta-feira, dia 17, com a participação do presidente do partido no Piauí, deputado Fábio Xavier.

A executiva nacional acredita que a sigla está “pronta e alinhada” para receber Bolsonaro. De acordo com O Antagonista, em mensagem disparada para lideranças do partido, a cúpula afirmou que a partir de agora devem ser encerrados os impasses internos para a filiação de Bolsonaro.

Intervenção.. O encontro firmou que as alianças locais serão discutidas “caso a caso”, assim como eventuais consequências para os diretórios do PL. Não está descartada a destituição de presidentes de diretórios regionais ou intervenção da Executiva Nacional em caso de desobediência em relação às determinações de Valdemar Costa Neto.

São Paulo.. A Executiva Nacional vai pedir que o diretório estadual desista do apoio à candidatura de Rodrigo Garcia, nome de João Doria para a sua sucessão no Estado.

Share This Article
Compartilhar:
Jornalista e acadêmico de Direito. Editor do portal PI24h. Foi repórter do Portal AZ, 180 Graus e editor do Portal Meio Norte. Editor de política do Jornal Meio Norte. Apresentador e comentarista de política na Rede Meio Norte.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias