IML identifica corpo de mulher morta e amordaçada em Teresina

Ananias Ribeiro Ananias Ribeiro

O Instituto de Medicina Legal (IML) identificou o corpo da mulher encontrada morta e amordaçada nesta sexta-feira, dia 27, em um matagal no bairro Nova Teresina, na zona leste de Teresina. A vítima é Marina Sandreane da Silva, 42.

O corpo foi reconhecido por um irmão e em seguida foi liberado para velório e sepultamento em Teresina. O laudo cadavérico aponta perfurações nas costas e um corte no pescoço, que indica tentativa de decapitação de Marina Sandreane.

A vítima foi presa por receptação em julho de 2021. O corpo da mulher foi encontrado por um carvoeiro e estava com um pano amarrado na boca. A vítima foi identificada a partir de tatuagem em uma das pernas de Marina Sandreane. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, da Polícia Civil.

Share This Article
Compartilhar:
Jornalista e acadêmico de Direito. Editor do portal PI24h. Foi repórter do Portal AZ, 180 Graus e editor do Portal Meio Norte. Editor de política do Jornal Meio Norte. Apresentador e comentarista de política na Rede Meio Norte.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias