“Possessão demoníaca”: Paulo Bilynskyj fala teoria sobre caso Priscila

Redação PI24h Redação PI24h

O delegado Paulo Bilynskyj apontou duas teorias para a tentativa de homicídio sofrida em maio do ano passado supostamente praticada pela sua namorada Priscila Delgado de Barrios.

“A primeira teoria é que ela tinha uma depressão muito profunda, ela tomava um remédio chamado Venlift. Eu tenho um amigo que tomou Venlift um tempo, ele tem uns cento poucos quilos. Ele tomava 40 miligramas e não conseguia sair da cama. A Priscila tomava 275 miligramas, a dose máxima prevista para o remédio, que só é prescrita para depressão profunda”, disse Bilynskyj

O delegado descreveu a personalidade da namorada como bipolar. Com momentos de euforia e depressão. “Ela tomou a decisão de encerrar a minha vida e a vida dela em um momento depressivo. Essa é uma teoria”, completou ao Real Podcast.

Bilynskyj contou que fez um curso na última semana com um pastor dos Estados Unidos. “Ele falou assim: ‘isso é possessão demoníaca. O demônio viu uma oportunidade de fazer o mal por intermédio dela e aproveitou e fez”, falou o delegado da Polícia Civil de São Paulo.

O caso.. Bilynskyj sofreu seis tiros supostamente disparados por Priscila. Em seguida, a modelo teria disparado contra o próprio peito e morreu no local. A polícia investiga o caso como tentativa de homicídio seguida de suicídio, a partir dos depoimentos colhidos no decorrer das investigações. A investigação está em segredo de justiça desde junho de 2020.

Share This Article
Compartilhar:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias