Importunação

Justiça solta empresário acusado de matar esposa em Teresina

Justiça mandou soltar empresário Eliésio Marinho da cadeia em Altos
Redação PI24h Redação PI24h
  • Eliésio Marinho foi solto sendo submetido a medidas restritivas no Piauí
  • Ele vai usar tornozeleira eletrônica e não poderá se ausentar da comarca de Teresina
  • O empresário foi denunciado por homicídio triplamente qualificado contra Kamila

O juiz Valdemir Ferreira dos Santos, da Central de Inquéritos de Teresina, mandou soltar o empresário Eliésio Marinho da Silva, 31, acusado de matar com um tiro na cabeça a esposa Kamila Carvalho do Nascimento, 22. Ele estava detido na Cadeia Pública de Altos.

O crime ocorreu em outubro do ano passado em uma residência na Avenida Campo Maior, no bairro Aeroporto, na zona norte de Teresina. O magistrado deferiu pedido da defesa do acusado para conversão da prisão preventiva por medidas cautelares diversas da prisão concedendo liberdade provisória a Eliésio Marinho.

O suspeito não poderá manter contato ou se aproximar da filha do casal, da irmã e do pai de Kamila. Ele ainda deverá usar tornozeleira eletrônica inicialmente por 90 dias. Além de, durante a semana, se submeter a recolhimento domiciliar noturno das 21h às 6h. E ainda, recolhimento integral durante os finais de semana e feriados no Piauí.

Eliésio Marinho não poderá se ausentar da comarca de Teresina e nem mudar de endereço sem autorização da Justiça. E está proibido de frequentar, bares, restaurante e estabelecimentos similares em Teresina.

A delegada Nathália Figueiredo, do Núcleo de Feminicídio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (Dhpp), indiciou o acusado por homicídio qualificado como feminicídio tendo como causa de aumento ter sido praticado na presença de uma menor de 14 anos, filha do casal Eliesio e Kamila.

O Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI) através do promotor Regis de Moraes Marinho, denunciou Eliésio Marinho pelos crimes de feminicídio triplamente qualificado, fraude processual e posse ilegal de arma de fogo em Teresina.

Segundo a delegada, a perícia encontrou mudanças na cena do crime – o empresário alegou que a esposa tirou a própria vida na frente dele e da filha em Teresina. No entanto, a perícia apontou que uma faca foi colocada na mão da vítima e que o tiro fatal foi efetuado a longa distância, segundo a delegada Nathália.

Compartilhar
Siga:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias