Banco Mundial vai investir R$ 525 milhões no Piauí

Banco Mundial vai financiar dois projetos nas áreas de gestão, saúde e social no Piauí
Redação PI24h Redação PI24h

O Banco Mundial aprovou dois investimentos para o Piauí totalizando US$ 105 milhões, cerca de R$ 525 milhões. Um dos projetos, o Progestão Piauí, tem o objetivo de aprimorar a eficiência na gestão dos recursos públicos. O empréstimo será de US$ 55 milhões, alto em torno de R$ 275 milhões.


Já o Projeto de Desenvolvimento da Saúde e Proteção Social no Piauí ajudará a tornar esses serviços mais inclusivos e resilientes a choques econômicos, climáticos e ambientais, bem como às pandemias. Para a iniciativa, serão destinados US$ 50 milhões, cerca de R$ 250 milhões.

A especialista em proteção social Rovane Schwengber, do Banco Mundial, trabalha em ambos os projetos e fala sobre essa experiência. “O Piauí é um estado que está trabalhando fortemente para reduzir as desigualdades sociais e a pobreza. Então, nós temos dois projetos que trabalham na área de proteção social para tentar melhorar o alcance das políticas para a população mais pobre e vulnerável dentro do estado. Um projeto foca na área de proteção social para a melhoria dos serviços prestados de transferência de renda, de trabalho, dentro do estado e dos serviços socioassistenciais. E outro, o Progestão, vem para melhorar a eficiência do gasto público”, disse Rovane Schwengber.

Progestão Piauí

A expectativa é que o Progestão Piauí forneça a 54 mil servidores públicos acesso a sistemas mais eficientes e eficazes para a gestão das finanças públicas. Cidadãos e empresas também se beneficiarão, de forma indireta, das melhorias da produtividade e da transparência do setor público.

As atividades apoiadas pela iniciativa ajudarão a reduzir eventuais irregularidades na folha de pagamento, acelerar os processos de aquisições públicas, controlar estouros de gastos em investimentos públicos e aumentar a parcela de imóveis com documentação legal plenamente regularizada.

Projeto dará atenção especial ao fortalecimento da vigilância alimentar e nutricional no Piauí. Foto: Divulgação

Saúde e Social

A expectativa é que por meio do Projeto de Desenvolvimento da Saúde e Proteção Social, toda a população do estado, de 3,25 milhões de pessoas, se beneficie com as melhores práticas de gestão no setor de saúde e as melhorias das informações de vigilância em saúde.

Atenção especial será dada ao fortalecimento da vigilância alimentar e nutricional. O foco estará nas crianças e famílias, que tendem a ser mais vulneráveis a problemas nutricionais. Daniela Pena, gerente do projeto, traz mais detalhes sobre esse trabalho.

“A pandemia de Covid-19 foi um choque e evidenciou necessidades e áreas de atenção que foram priorizadas pelo estado do Piauí para receber o apoio do Banco Mundial. Foi nesse contexto que as equipes selecionaram, como um dos objetivos desse projeto, fortalecer a vigilância em saúde no estado. Ao longo de cinco anos, serão realizados investimentos em infraestrutura e capacitação de profissionais para melhorar o processo contínuo e sistemático de coleta, análise e disseminação de dados e informações visando o melhor planejamento e a implementação de medidas de saúde pública baseadas em evidências”, disse Daniela Pena.

Projeto também fornecerá financiamento e assistência técnica no Piauí. Foto: Divulgação

Empregos

O novo projeto também fornecerá financiamento e assistência técnica ao programa estadual de transferência de renda. Isso deve beneficiar cerca de 36 mil famílias vulneráveis.

Finalmente, a iniciativa busca fortalecer o braço estadual do Serviço Nacional do Trabalho, Sine, que conecta empregadores e candidatos a vagas. Três mil pessoas devem ser atendidas a cada ano, incluindo desempregados, jovens que procuram o primeiro emprego e trabalhadores domésticos.

Compartilhar
Compartilhar:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias