Empresária e caminhoneiro são presos por forjar roubo de carga no Piauí

Carga de leite em pó avaliada em R$ 750 mil teria sido desviada no Piauí
Redação PI24h Redação PI24h
  • Presa dona de transportadora e caminhoneiro após simular roubo no Piauí
  • Roubo da carga e sequestro do motorista eram falsos, segundo a Polícia
  • Três pessoas identificadas teriam combinado dividir dinheiro da carga

A Polícia Civil do Piauí e a Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas de Goiás deflagraram a “Operação Forger”, nesta quinta-feira, dia 15. A ação ocorreu em conjunto com o Departamento Estadual de Investigações Criminais de São Paulo e a Delegacia Seccional de Corrente, no Piauí.

As investigações tiveram início depois que uma carga de leite em pó avaliada em R$ 750 mil teria sido desviada. O caminhão que transportava a carga foi encontrado abandonado no dia 03 de fevereiro na cidade de Corrente, no sul do Piauí.

A dona da transportadora menor e do caminhão, que foi subcontratada pela transportadora maior da empresa produtora da carga, fez Boletim de Ocorrência em Corrente por roubo de carga e sequestro do motorista do caminhão. Alguns dias depois, o motorista registrou outro boletim de roubo e sequestro na cidade de Floresta do Araguaia, no Pará, afirmando que o crime, inclusive, havia ocorrido entre a divisa dos estados de Goiás e da Bahia.

Segundo o delegado de Corrente, Diogo Noronha, durante as investigações, foi constatado que o roubo da carga e o sequestro do motorista eram falsos. A dona do caminhão e também da transportadora menor, que foi subcontratada pela transportadora maior, o motorista do caminhão e mais dois homens, que teriam feito o roubo e o sequestro por meio de um carro menor, estavam envolvidos no desvio da carga.

O carro citado foi locado na cidade de Aparecida de Goiânia (GO) para que esses dois homens acompanhassem a carga até o destino final. “As pessoas envolvidas no crime, que até o momento três foram identificadas, estavam em acordo para subtração da carga a fim de dividirem o dinheiro que seria lucrado com a carga supostamente desviada”, informou o delegado Diogo Noronha.

Com isso, as vítimas desse crime seriam a empresa proprietária da carga, a seguradora dessa empresa, a transportadora maior e o estado. O inquérito envolvendo a operação foi instaurado em Corrente e as prisões também foram representadas pela polícia em Corrente. O núcleo de plantão da Comarca de Bom Jesus no Piauí concedeu as prisões e o juiz expediu os mandados, que começaram a ser cumpridos na operação de hoje, no último dia 13 de fevereiro.

Foram cumpridos os mandados de prisão preventiva contra a dona da transportadora menor, em Goiânia (GO), e contra o motorista, em Ribeirão Preto (SP). Os demais envolvidos ainda encontram-se foragidos.

Os crimes pelos quais os dois foram presos e as demais pessoas estão sendo procuradas são: furto qualificado com abuso de confiança, participação de organização criminosa, fraude processual e comunicação de falso crime ou contravenção.

Compartilhar
Siga:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias