Onça morta está ameaçada de extinção e é rara no Nordeste

Ananias Ribeiro Ananias Ribeiro

A onça parda morta por caçadores na zona rural do município de Tarrafas, no Ceará, era um macho Puma Concolor, espécie que está na lista de animais ameaçados de extinção, sendo considerada uma espécie rara no Nordeste.

“É a segunda maior entre os felinos do Brasil, podendo chegar a mais de 70 kg. No entanto, na Caatinga elas costumam ser bem menores, com cerca de 30 a 50 kg, no máximo. É o caso do animal caçado, um macho adulto bastante magro”, disse o biólogo Hugo Fernandes, ao O Povo.

A Polícia Civil do Ceará identificou quatro suspeitos do crime ambiental. Eles deverão responder por caça de animais silvestres e requinte de crueldade. A pena pode chegar de três meses a um ano de prisão e a multa até R$ 4 Mil.

A advogada Cíntia Belino, da Comissão de defesa dos Direitos dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil da OAB Ceará, anunciou que vai ingressar ação por danos morais com multa de R$ 30 mil para cada suspeito.

Share This Article
Compartilhar:
Jornalista e acadêmico de Direito. Editor do portal PI24h. Foi repórter do Portal AZ, 180 Graus e editor do Portal Meio Norte. Editor de política do Jornal Meio Norte. Apresentador e comentarista de política na Rede Meio Norte.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias