Vigilante morre em Campo Maior à espera de leito de UTI

Ananias Ribeiro Ananias Ribeiro

O vigilante Reginaldo Pereira da Silva, 39, da Secretaria de Saúde de Campo Maior, morreu na noite desta quinta-feira, dia 04, à espera de uma vaga em leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Teresina.

Reginaldo estava internado no Hospital Regional de Campo Maior (HRCM) com insuficiência respiratória grave com diagnóstico de pneumonia. O paciente não recebeu até o óbito diagnóstico positivo para Covid-19.

“Neste momento de dor e tristeza por esta perda irreparável, prestamos nossas sinceras condolências aos amigos e familiares de Reginaldo Pereira da Silva e desejamos que Deus, em sua infinita bondade, conforte o coração dos enlutados”, lamentou, em nota, a Prefeitura de Campo Maior.

Reginaldo trabalhava no Programa Estratégia e Saúde da Família (ESF) dos bairros São Luís e São João, em Campo Maior. O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e demais unidades de saúde da capital estão com leitos lotados por conta do avanço dos casos, internações e mortes pela Covid-19 no Piauí.

Share This Article
Compartilhar:
Jornalista e acadêmico de Direito. Editor do portal PI24h. Foi repórter do Portal AZ, 180 Graus e editor do Portal Meio Norte. Editor de política do Jornal Meio Norte. Apresentador e comentarista de política na Rede Meio Norte.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias