Prefeitura alerta motoristas após invasão em obra em Teresina

A obra está na fase de remoção do subleito e dentro do cronograma da Eturb
Redação PI24h Redação PI24h

A Prefeitura de Teresina, por meio da Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano (Eturb), segue dando continuidade à obra na avenida Dom Hélder Câmara, na zona leste de Teresina. A obra contempla a implantação de pavimento rígido e de uma rede de drenagem em cerca de 1 km de extensão da via. O serviço está orçado em pouco mais de R$ 9 milhões.


A obra está na fase de remoção do subleito. “Temos visto pessoas reclamando que a obra está parada, mas não é verdade. Essa é uma obra complexa, na qual estamos atuando dentro do cronograma. Esses dias, estamos apenas com uma equipe no local e uma retroescavadeira porque o tipo de serviço não permite que fiquem muitos operários atuando, por questão de segurança”, explicou o diretor de asfalto da Eturb, Juca Alves.

O diretor executivo da Eturb, Edmilson Ferreira, acrescentou que a via está bloqueada para a segurança da própria população, mas alguns motoristas insistem em furar o bloqueio. “A gente tem relato de pedestres e motoristas que estão transitando pela via, apesar do bloqueio. Até as placas de sinalização estão danificando para conseguir passar. Isso é muito perigoso”, alertou Edmilson Ferreira.

Segundo o presidente da Eturb, João Duarte, a avenida Dom Hélder Câmara será a primeira via do Piauí a ter pavimento rígido, que é um tipo de pavimentação utilizada em estradas, aeroportos e outras áreas onde se requer uma superfície de alta resistência e durabilidade.

“Esse tipo de pavimento é composto por uma camada de concreto armado, que é projetada para suportar cargas pesadas e resistir ao desgaste causado pelo tráfego intenso. O concreto armado tem uma elevada resistência à compressão, o que o torna capaz de suportar o peso de veículos pesados sem sofrer deformações significativas”, explicou João Duarte.

O presidente da Eturb acrescenta ainda que esse tipo de pavimento pode ter uma vida útil longa, exigindo menos manutenção em comparação com pavimentos flexíveis. “Além disso, o pavimento rígido oferece uma superfície mais uniforme e estável, o que contribui para uma condução mais confortável e segura”, afirmou João Duarte.

O prazo de conclusão da obra é de oito meses, contados a partir da assinatura da Ordem de Serviço, ocorrida em julho. “Essa é uma das inúmeras obras que a Prefeitura de Teresina vai executar ainda neste ano. Nos dois primeiros anos de gestão, estávamos fazendo o que podíamos com o que tínhamos de recursos disponíveis. Ou seja, estávamos arrumando a casa. Mas nosso prefeito Doutor Pessoa nunca deixou de trabalhar arduamente para cumprir suas promessas e melhorar a qualidade de vida da população”, declarou João Duarte.

Compartilhar
Compartilhar:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias