Médicos anunciam paralisação de dois dias em Teresina

"Hoje o prefeito mandou um ofício descumprindo tudo que havia dito anteriormente", desabafou Lúcia Santos
Redação PI24h Redação PI24h

O Sindicato dos Médicos do Piauí (Simepi) decidiu em Assembleia Geral Extraordinária realizada na noite desta segunda-feira, dia 28, paralisar as atividades dos profissionais de saúde que trabalham nos hospitais e maternidades da Prefeitura de Teresina. A paralisação vai acontecer nos dias 05 e 06 de setembro de 2023.


A presidente do Simepi, Lúcia Santos, informou que a paralisação se deve as péssimas condições de trabalho e o não cumprimento de reajuste salarial prometido pelo prefeito Dr. Pessoa (Republicanos).

“Haverá uma paralisação por conta das péssimas condições de trabalho que nós estamos sendo submetidos há muito tempo, muitas precarizações, uma demanda enorme para poucos especialistas, muitos médicos com vínculo precário porque não foi feito concurso, nosso aumento que foi prometido pelo prefeito que chegou a se comprometer com a categoria e não cumpriu”, disse a presidente Lúcia Santos.

Lúcia Santos informou ainda que o prefeito Dr. Pessoa encaminhou ao Simepi um ofício onde descumpre o acordo firmado com a categoria, o que motivou a deflagração da paralisação nos dias 05 e 06 de setembro em Teresina.

“Hoje o prefeito mandou um ofício descumprindo tudo que havia dito anteriormente. Portanto, os médicos que trabalham na Prefeitura de Teresina resolveram paralisar”, completou a presidente do Simepi.

  • Vídeo: Presidente do Simepi explica paralisação em Teresina

O vice-presidente do Simepi, Samuel Rêgo, explicou que a paralisação de advertência por dois dias tem o intuito de fazer com que a Prefeitura de Teresina negocie com a categoria a realização do concurso público e a implantação do piso da Federação Nacional dos Médicos (Fenam).

“O piso Fenam é uma promessa de campanha do atual prefeito que até o momento não tivemos nenhuma garantia de que será implantado chegando ao último ano do governo. O concurso tinha ficado acertado inclusive documentalmente que seria em outubro e infelizmente fomos surpreendidos que só iria ser realizado no próximo ano. A categoria decidiu por dois dias de paralisação de advertência para a Prefeitura possa sentar com a categoria e cumprir as promessas”, disse Samuel Rêgo.

Compartilhar
Compartilhar:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias