Policial é preso suspeito de fazer segurança para facção no Piauí

O sargento ainda é suspeito de repassar informações para a facção em Pedro II
Redação PI24h Redação PI24h
  • Policial é suspeito de fazer segurança de líder de facção em Pedro II
  • Ele ainda é apontado como responsável por passar informações da PM
  • Com ele, foi apreendida uma motocicleta adulterada em casa em Pedro II

O sargento Francisco Ferreira de Sousa Filho, da Polícia Militar do Piauí, foi preso em flagrante suspeito de fazer a segurança do líder de uma facção criminosa no município de Pedro II, a 204 km de Teresina. A prisão foi efetuada pelo Departamento de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco).

Sousa foi preso no cumprimento de mandado de busca e apreensão em sua residência na Operação Draco 104 realizada no último sábado, dia 06. Segundo o delegado Charles Pessoa, o líder da facção também foi preso, junto com outros cinco membros da facção criminosa em Pedro II. O líder ostentava vida de luxo morando em uma casa com piscina e banheira de hidromassagem no município do norte do Piauí.

Com o líder da facção criminosa, os policiais encontraram uma arma de fogo furtada de um policial militar do Piauí. O sargento foi preso em flagrante após o Draco encontrar uma motocicleta com sinais de adulteração em sua posse. A prisão foi convertida em preventiva durante audiência de custódia realizada na segunda-feira, dia 08.

“Nós conseguimos, no decorrer dessa investigação, identificar um vínculo desse servidor público com esse grupo criminoso. […] Ele está preso, preventivamente por essa situação, mas também é investigado no inquérito principal por esse vínculo com essa organização criminosa”, disse o delegado Charles Pessoa.

Segundo o Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI), o sargento Sousa é responsável pela segurança do líder da facção e ainda repassava aos criminosos informações sobre as atuações das instituições de Segurança Pública. A prisão foi efetuada em integração com o setor de inteligência da Polícia Militar.

“Ele utilizava, do fato dele ser policial militar, que tinha informações da Segurança Pública, e ele alimentava esse grupo criminoso com essas informações, além de dar também um suporte ali, fazendo às vezes a segurança do principal líder da organização criminosa”, completou o delegado Charles Pessoa.

  • Fotos: Operação do Draco em Pedro II
Compartilhar
Siga:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias