Importunação

Dias e Mão Santa reabrem hospital em Parnaíba

Ananias Ribeiro Ananias Ribeiro

O governador Wellington Dias se reuniu nesta terça-feira, dia 09, com o prefeito de Parnaíba, Mão Santa, e o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, para tratar da ampliação de leitos de Covid-19. Os três assinaram um termo de cooperação técnica para a reabertura e estruturação do hospital de campanha Nossa Senhora de Fátima.

Com a nova onda da doença e o aumento significativo dos números de casos de internação, o sistema de saúde piauiense tem tentado se adequar para não colapsar e a parceria entre os entes federados se faz cada vez mais necessária. Na oportunidade, o governador Wellington Dias agradeceu o apoio do prefeito Mão Santa e destacou que desde o início da pandemia têm trabalhado em cooperação.

“Para que a gente possa estar prevenido é preciso mais leitos de UTI e leitos clínicos. Aqui em Parnaíba, a prefeitura teve uma experiência exitosa no Hospital de Fátima e acertamos os termos para um trabalho compartilhado juntando profissionais, pois não está fácil encontrar profissionais nessa área. Faremos uma gestão compartilhada. Aproveito e agradeço a prefeito Mão Santa e sua equipe pela forma determinada de salvar vidas. E salvar vidas não só em Parnaíba, mas em toda a região”, declarou Dias.

O prefeito Mão Santa também agradeceu a parceira com o Governo do Estado e destacou que, no hospital de campanha Nossa Senhora de Fátima, há aparelhos modernos tanto para UTIs como semi-UTIs. “Nesse momento de dificuldade, a importância é a saúde dos doentes”, declarou Mão Santa.

O secretário de Saúde, Florentino Neto destacou que toda a parte burocrática deve ser completada essa semana e haverá uma avaliação da equipe técnica. “A expectativa é que, na próxima semana, essa fase seja finaliza e os novos leitos já estejam disponíveis”, disse. O secretário disse que está sendo analisada a quantidade de leitos.

O governador também fez um apelo à população para que continue seguindo as regras sanitárias para evitar a transmissibilidade. “Estamos acelerando as vacinas e recebi uma notícia muito boa que o Consórcio de Vacinas com a liberação de aproximadamente três milhões de vacinas da AstraZeneca. O nosso objetivo é ter de março à maio um volume de vacina voltado para os mais idosos, para ir reduzindo o número de internações e óbitos”, comentou Wellington.

Compartilhar
Siga:
Jornalista e acadêmico de Direito. Editor do portal PI24h. Foi repórter do Portal AZ, 180 Graus e editor do Portal Meio Norte. Editor de política do Jornal Meio Norte. Apresentador e comentarista de política na Rede Meio Norte.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias