Jornalista Raimundo Cazé morre após complicações da Covid-19

Ananias Ribeiro Ananias Ribeiro

O jornalista, radialista e escritor Raimundo Cazé, 77, morreu na noite desta segunda-feira, dia 27, após complicações da Covid-19. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário (HU).

Intubado, o jornalista sofreu uma parada cardíaca. Ele chegou a tomar as duas doses da vacina contra o novo coronavírus, mas testou positivo antes de completar o ciclo de imunização para a doença. Ele trabalhava há mais de 30 anos na Assembleia Legislativa do Piauí.

Em nota, a Casa manifestou profundo pesar pelo falecimento de Cazé. Ele foi chefe da Coordenadoria de Relações Públicas e Assessoria de Imprensa, apresentou os programas “Passado em Evidência” e “Sanfonado” na Rádio Assembleia e fez inúmeras participações nos programas da TV Assembleia.

O jornalista, que iniciou sua carreira na década de 60, também passou por diversos veículos de comunicação do Piauí, como Jornal da Manhã, Correio do Piauí e as rádios Pioneira e Difusora, além de contribuir em colunas nacionais como a do jornalista Augusto Nunes na Veja.

Compartilhar
Siga:
Jornalista e acadêmico de Direito. Editor do portal PI24h. Foi repórter do Portal AZ, 180 Graus e editor do Portal Meio Norte. Editor de política do Jornal Meio Norte. Apresentador e comentarista de política na Rede Meio Norte.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias