Importunação

Novo decreto amplia lockdown e toque de recolher no Piauí

Ananias Ribeiro Ananias Ribeiro

O governador Wellington Dias anunciou neste sábado, dia 13, após reunião com o Comitê de Operações Emergenciais (COE) a adoção de novas medidas restritivas para conter o avanço da pandemia da Covid-19 no Piauí.

O novo decreto prevê toque de recolher a partir das 21h. Na quinta, sexta, sábado e domingo estará em vigor lockdown parcial onde apenas atividades essenciais poderão funcionar no Piauí. As medidas valem por sete dias: a partir da próxima segunda-feira, dia 15 até o domingo, dia 21.

“Estou editando agora um decreto em que nesses próximos sete dias, de segunda-feira até domingo, teremos medidas mais duras, medidas ainda mais restritivas. De segunda, a quarta-feira, aquele horário de restrição a partir das 22h agora é a partir das 21h”, disse Wellington.

“E os outros serviços que tinham horários anteriores encurtarão em uma hora. A partir das 21h de quarta-feira até a segunda-feira, 5h, portanto, quinta, sexta, sábado e domingo teremos restrições funcionando apenas atividades que foram classificadas como essencial”, completou o governador do Piauí.

Durante quatro dias, de quinta-feira a domingo, só funcionarão os serviços essenciais imprescindíveis. Neste período ficarão suspensas as atividades presenciais em escolas, igrejas e academias de musculação.

De segunda-feira até quarta-feira, as diversas atividades econômicas como comércio, bares e restaurantes, sofrerão redução de uma hora no funcionamento. Neste período, a restrição à circulação de pessoas nas ruas será antecipada, iniciando às 21h.

“O objetivo é conter o coronavírus e a gente salvar vidas. Chegamos a um ponto onde as redes de saúde pública e privada já não aguentam mais”, declarou Wellington.

Compartilhar
Siga:
Jornalista e acadêmico de Direito. Editor do portal PI24h. Foi repórter do Portal AZ, 180 Graus e editor do Portal Meio Norte. Editor de política do Jornal Meio Norte. Apresentador e comentarista de política na Rede Meio Norte.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias