Importunação

Covid-19 no Piauí: mortalidade de intubados pode chegar a 80%

Ananias Ribeiro Ananias Ribeiro

A diretora da Vigilância Sanitária, Tatiana Chaves, revelou nesta segunda-feira, dia 08, que um estudo da Universidade Federal do Piauí (Ufpi) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) aponta que a mortalidade dos pacientes intubados com Covid-19 pode chegar a 80%.

“Nós temos um estudo da Ufpi com a Fiocruz que mostra que 80% dos pacientes que são intubados e que vão para a ventilação mecânica, eles correm o risco de irem a óbito”, disse Tatiana.

Ela apontou mudança no perfil dos pacientes internados nos últimos dias no Piauí. “Eram pessoas acima de 70 anos, agora está entre jovens de 20 a 49 anos. São aqueles que estão saindo, se aglomerando e causando todo esse efeito devastador”, explicou a chefe da Vigilância Sanitária.

O secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, confirmou a presença de pacientes graves com Covid-19 na fila de espera por leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em hospitais no Piauí.

“Nós temos pessoas na fila esperando por leito. Nós tínhamos uma capacidade de atender o pedido na hora que chegava, mas nesse momento essa capacidade do pedido chegar a ser atendido imediatamente não existe. A gente passa algumas horas para atender as pessoas. É necessário adquirir um novo leito ou um leito ficar vago. Não temos mais sincronismo. Veio a solicitação a vaga está disponível. Nesse momento veio a solicitação e fica ali algumas horas para receber a vaga”, falou Florentino.

O gestor contou que o estado do Piauí tem nesse momento 217 leitos para pacientes com Covid-19. São 17 leitos a mais nos hospitais estaduais em comparação ao pico da pandemia em 2021.

Compartilhar
Siga:
Jornalista e acadêmico de Direito. Editor do portal PI24h. Foi repórter do Portal AZ, 180 Graus e editor do Portal Meio Norte. Editor de política do Jornal Meio Norte. Apresentador e comentarista de política na Rede Meio Norte.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias