Novo PAC contempla obras em nove eixos no Piauí

Serão aplicados R$ 40,6 bilhões, podendo esse valor aumentar posteriormente para R$ 56 bilhões no Piauí
Redação PI24h Redação PI24h

O Novo PAC (Programa de Desenvolvimento do Crescimento) prevê investimentos totais de R$ 1,7 trilhão em obras e programas em todo o País. No Piauí, serão investidos R$ 40,6 bilhões em nove eixos, conforme anúncio feito nesta quinta-feira, dia 31, em solenidade no Centro de Convenções com a presença do Presidente Lula, do governador Rafael Fonteles e dos ministros Rui Costa, da Casa Civil, e Wellington Dias, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.


Vários outros ministros também participaram do evento. O governador Rafael Fonteles disse que os recursos são essenciais para promover o desenvolvimento do Piauí e estimular investimentos privados. “São investimentos do estado promovendo melhorias e emprego e renda para nossa gente e estimulando investimentos privados”, observou Rafael.

O presidente Lula afirmou que o governo federal está empenhado em retomar a realização de obras e disse que “o Novo PAC é apenas o início de uma história de grandes investimentos do governo federal em todo o país”. O anúncio das obras no Piauí foi feito pelo secretário especial de Articulação e Monitoramento da Casa Civil, Maurício Muniz. Segundo ele, inicialmente serão aplicados R$ 40,6 bilhões, podendo esse valor aumentar posteriormente para R$ 56 bilhões.

Os recursos serão aplicados em nove áreas e programas: educação, ciência e tecnologia; cidades sustentáveis; transporte eficiente e sustentável; transição e segurança energética; Água para Todos, inclusão digital e conectividade, saúde, inovação para indústria da defesa e infraestrutura social. Os investimentos serão usados na construção de creches, unidades de saúde (UBS), linhas de transmissão de energia elétrica, estradas, energias renováveis, moradias do programa Minha Casa Minha Vida, além de adutoras e barragens.

Constam ainda diversas obras rodoviárias, como a duplicação da BR-343, no trecho de Teresina a Altos, depois até Piripiri; e a BR-316, de Demerval Lobão até Monsenhor Gil, depois até Estaca Zero. Foi contemplada ainda a BR-330, que corta o cerrado piauiense, fortalecendo a infraestrutura numa área estratégica para a economia piauiense, que concentra a produção de grãos.

O Novo PAC também vai priorizar obras em andamento. Das quatro barragens e três adutoras que serão realizadas pelo programa, a Barragem de Tinguis, entre os municípios de Brasileira, Piracuruca e Batalha, está 71% concluída, e a Barra de Atalaia, no extremo Sul do Piauí, na região de Corrente, está com 85% concluída.

Compartilhar
Compartilhar:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias