Pela 5ª vez 1º, Rafael destaca geração de empregos no Piauí

Piauí registrou saldo de 3.729 postos de trabalho com carteira assinada em julho, diz Caged
Ananias Ribeiro Ananias Ribeiro

O governador Rafael Fonteles destacou nas redes sociais nesta quarta-feira, dia 31, o desempenho do Piauí na geração de empregos com carteira assinada em julho. “Nesse mês de julho, pelo quinto mês consecutivo, o Piauí foi o estado que mais gerou empregos formais no Nordeste!”, comemorou, em postagem nas redes sociais.


De acordo com dados do relatório do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, divulgado nesta quarta-feira, dia 30, o Piauí registrou um saldo de 3.729 postos de trabalho com carteira assinada em julho, comparando as contratações e demissões.

No comparativo com junho, o crescimento foi de 1,14%, quase o dobro dos 0,78% da Paraíba, que ficou em segundo lugar. Na postagem, Rafael também destaca os empregos formais acumulados de janeiro a julho.

“Foram mais de 16.000 empregos gerados, com carteira assinada, nesse ano no Piauí!!!”, escreveu Rafael. Esses dados colocam o Piauí como o segundo estado na geração de postos formais de trabalho no país, atrás apenas do estado do Amapá.

No acumulado do ano, de janeiro a julho, o Piauí foi o segundo estado que mais gerou empregos em todo o Brasil. Foram 86.704 admissões, com 70.300 desligamentos, e um saldo de 16.404 empregos com carteira assinada criados – a variação relativa é de 5,23%.

  • Pelo 5º mês seguido, Piauí é o estado que mais gera empregos formais no Nordeste
Compartilhar
Compartilhar:
Jornalista e acadêmico de Direito. Editor do portal PI24h. Foi repórter do Portal AZ, 180 Graus e editor do Portal Meio Norte. Editor de política do Jornal Meio Norte. Apresentador e comentarista de política na Rede Meio Norte.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias