“60% dos que morreram já tinham sido presos”, diz Chico Lucas

Chico Lucas defendeu a prisão dos criminosos identificados, reincidentes e violentos no Piauí
Redação PI24h Redação PI24h

O secretário estadual de Segurança, Chico Lucas, afirmou nesta quarta-feira, dia 04, que 60% dos homicídios registrados nos últimos meses do Piauí são de indivíduos com passagem pelo sistema prisional por crimes cometidos no Estado.


“60% das pessoas que morreram no Piauí em 2022 e 2023 já tinham sido presas. A gente está dizendo que é ruim prender, o encarceramento em massa não é bom, mas ele solto mata e morre. Então é melhor que fique preso e a gente preserva a vida desses jovens, até ele se estabilizar, a maioria está na faixa dos 18 a 29 anos”, disse Chico Lucas.

O secretário destacou parcerias com o Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) que tem determinados as prisões de criminosos no Piauí. “O sistema penal trabalha a reincidência quando há a condenação em trânsito e julgado. Então as vezes as pessoas não entendem, enquanto não é condenado não é reincidente. A gente está montando as biografias e levando aos juízes que tem sido muito mais parceiros”, completou Chico Lucas.

Ele defendeu a prisão dos criminosos identificados, reincidentes e violentos. “A gente tem a ideia de encarcerar, mas não encarcerar a todo modo, encarcerar o violento. Aquele que comete crimes e coloca a vida das pessoas em risco”, concluiu Chico Lucas.

Compartilhar
Compartilhar:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias