Mulher líder de facção no Piauí é presa em São Paulo

Mulher é acusada de participação em homicídios em Pedro II
Redação PI24h Redação PI24h

Uma mulher identificada como Glenda Geovanna, acusada de liderar uma organização criminosa no Piauí, foi presa na noite desta quarta-feira, dia 05, pelo Departamento de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), em São Paulo.

Glenda era alvo da operação Draco 126, deflagrada no município de Pedro II, no entanto, conseguiu fugir para São Paulo, sendo localizada e presa na cidade de Taboão da Serra.

Ela é acusada pelos crimes de organização criminosa, homicídios e tráfico de drogas. De acordo com o coordenador do Draco, delegado Charles Pessoa, Glenda passou a liderar a organização criminosa após a prisão, em abril, de um homem que anteriormente chefiava a organização.

“Essa mulher estava sendo monitorada pela inteligência do Draco, inclusive, foi alvo da operação Draco 123, deflagrada no dia 29 de maio deste ano. Na ocasião, foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão em Pedro II. Vale ressaltar, que, a mesma é considerada de alta periculosidade e possui participação direta em alguns homicídios que aconteceram na cidade”, pontuou o delegado Charles Pessoa.

Share This Article
Compartilhar:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias