Operação Interditados: Dois policiais são presos em Teresina

Policiais são suspeitos de passar informações sobre celulares no Piauí
Redação PI24h Redação PI24h
  • Dois policiais militares foram presos na 19ª Fase da Operação Interditados
  • Eles faziam consultas de IMEIs de celulares sendo cobrado o valor de R$ 10
  • Policiais recebiam para fornecer informações sobre registros da Segurança

Dois policiais militares foram presos na manhã desta segunda-feira, dia 13, durante a 19ª fase da Operação Interditados, em Teresina. A ação, coordenada pela Superintendência de Operações Integradas, visa o combate ao crime organizado, particularmente o roubo e furto de aparelhos celulares no Piauí.

A nova fase da operação foi deflagrada após denúncia anônima que apontava para a conduta criminosa de um policial militar, supostamente envolvido na prestação de serviços ilícitos a comerciantes de aparelhos telefônicos. A denúncia indicava que o agente de segurança pública estaria utilizando seu acesso privilegiado a sistemas policiais para realizar consultas de IMEIs, sendo cobrado indevidamente o valor de R$ 10,00 por cada consulta.

Mediante busca e apreensão domiciliar realizada anteriormente, foi constatada a veracidade da denúncia anônima, bem como o envolvimento de dois policiais militares na utilização indevida de plataformas exclusivas das forças de segurança pública, com consequente obtenção de vantagem econômica. A operação também apreendeu uma arma ilegal na casa de um dos PMs.

Segundo as investigações, os policiais recebiam dinheiro para fornecer informações sobre registros em plataforma, a qual tinham acesso em razão do ofício desempenhado, para verificar a situação de aparelhos celulares, conduta esta oposta à esperada dos agentes de segurança, pois, ao invés de agirem no combate à criminalidade, envolveram-se em atividades criminosas e acobertaram ações ilícitas.

Os dois indivíduos identificados como “clientes” dos policiais possuem antecedentes criminais relacionados à receptação qualificada de aparelhos celulares roubados ou furtados. A Secretaria de Segurança Pública do Estado do Piauí, por meio da Superintendência de Operações Integradas, reitera seu compromisso com a repressão ao crime e com a construção de uma cultura de cidadania. Esse esforço conjunto visa desestimular a comercialização de produtos de crime e incentivar os cidadãos a denunciarem atividades suspeitas, contribuindo assim para a segurança de toda a sociedade do Piauí.

Compartilhar
Siga:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias