Policial é preso suspeito de vender dados para lojas de celulares no Piauí

Policial é investigado pela venda de informações para lojistas de celulares no Piauí
Redação PI24h Redação PI24h
  • Policial é suspeito de vender dados para lojistas de celulares em Teresina
  • Os lojistas são investigados por receptação e associação criminosa no Piauí
  • Ele pode responder por violação de sigilo funcional e corrupção no Piauí

Um policial militar que não teve a identidade revelada foi preso suspeito de vender informações sigilosas para donos de lojas de celulares alvos de investigação pelos crimes de receptação de aparelhos furtados e roubados e associação criminosa em Teresina. Nesta quinta-feira, dia 25, três pessoas foram presas durante a 17ª fase da Operação Interditados.

O policial militar pode responder pelos crimes de violação de sigilo funcional e corrupção passiva. Durante a operação, três lojas foram alvos no Piauí. “Três pessoas estão sendo presas e três lojas são alvos da operação Interditados 17”, disse o delegado Matheus Zanatta.

A investigação apura se o policial militar recebia dinheiro de lojistas para consultar a situação dos aparelhos vendidos. Ele foi preso em Parnaíba.

A Operação Interditados foi realizada através da Superintendência de Operações Integradas (SOI), em conjunto com a Delegacia Seccional de Luís Correia, Polícia Federal e Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco).

  • Fotos: 17ª fase da Operação Interditados no Piauí
Compartilhar
Siga:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias