Polícia prende mãe e padrasto de criança morta em Teresina

Os dois foram presos por homicídio qualificado por tortura no Piauí
Redação PI24h Redação PI24h
  • Criança morreu com sinais de violência após internação no HUT
  • Mãe e padrasto foram presos suspeitos do crime no Piauí
  • A mãe tentou envolver o relacionamento com o homem no Piauí

A Polícia Civil do Piauí prendeu a mãe e o padrasto da menina Anna Kerolaynne Gomes Nunes, 3, suspeitos de homicídio qualificado por tortura em contexto de violência doméstica e familiar contra menor, além de feminicídio, no Piauí.

A prisão foi efetuada na tarde desta segunda-feira, dia 22, atendendo a mandado de prisão temporária decretado pela Justiça. Os policiais ainda recolheram aparelhos celulares dos dois que serão periciados pela Polícia Civil.

Ana Kerolaynne teve morte encefálica confirmada na tarde desta segunda-feira, dia 22, no Hospital de Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Ela deu entrada na unidade de saúde no dia 15 de abril com sinais de violência – apresentando fraturas pelo corpo e pancadas na cabeça, segundo familiares de Ana.

O corpo foi liberado pelo Instituto de Medicina Legal (IML) após exame de necrópsia para velório na casa da avó paterna em Teresina. Segundo o delegado Célio Benicio, diretor de polícia do interior, a mãe da garota tentou esconder o padrasto da investigação da Polícia Civil.

“A mãe da criança insistentemente afirmava que não tinha companheiro. Muitas oitivas foram realizadas e notadamente revelaram contradições”, disse o delegado Celio Benicio.

Anna Kerolaynne
Anna Kerolaynne. Foto: Divulgação
Compartilhar
Siga:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias