Justiça decreta prisão de suspeito de estuprar e matar idosa no Piauí

Audiência de custódio de Wallison Fernando Monteiro Brasil aconteceu nessa terça-feira (12), em Altos.
Redação PI24h Redação PI24h
  • Crime bárbaro ocorreu na último domingo (10), suspeito foi preso na segunda (11)
  • Ele confessou ter asfixiado a vítima para estuprá-la e depois a matou
  • Ele foi levado ao sistema prisional, aonde estará separado dos presos definitivos

A Justiça decretou a prisão preventiva de Wallison Fernando Monteiro Brasil, de 20 anos, após audiência de custódia realizada na terça-feira (12), em Altos. Ele foi preso na última segunda-feira (11) pela morte de Esmeralda Maria da Conceição, de 61 anos. O crime ocorreu em Beneditinos.

De acordo com o delegado Paulo Nogueira, Wallison Monteiro confessou o crime. Esmeralda foi asfixiada, estuprada e depois morta a golpes de enxada na cabeça e barriga.

Em depoimento, Walisson Monteiro disse que iniciou a violência após Esmeralda se recusar a ter relações sexuais com o acusado. Na decisão, o juiz Ulysses Gonçalves da Silva Neto, da 1ª Vara da Comarca de Altos afirmou que “há a materialidade pelos depoimentos dos condutores que foram ao local e encontraram a vítima eviscerada e também há o próprio interrogatório do investigado que afirma com todos os detalhes e circunstâncias que teria estuprado e matado a vítima”.

Momentos antes do crime, Wallison e Esmeralda estavam acompanhados de uma terceira pessoa, que tinha um relacionamento com a vítima. Esta terceira pessoa saiu, e assim, Wallison tentou ter relações sexuais com Esmeralda, que se negou. Ela foi asfixiada até ficar desacordada, momento em que o estupro foi consumado.

Após o crime, o suspeito empreendeu fuga e foi capturado durante diligências. A terceira pessoa também foi levada à Polícia Civil para prestar esclarecimentos.

Compartilhar
Siga:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias