Veja nomes: Preso último suspeito de matar policial em Teresina

Diego Bruno teria agredido o policial durante seu assassinato em Teresina
Redação PI24h Redação PI24h
  • Diego Bruno foi denunciado por participação na morte de policial em Teresina
  • Ao todo, quatro pessoas foram denunciadas como autores do crime em Teresina
  • Agamenon Dias foi morto em um posto de combustíveis na zona sudeste de Teresina

A Polícia Civil do Piauí prendeu nesta quinta-feira, dia 29, um indivíduo identificado como Diego Bruno da Costa suspeito de participação no assassinato do policial militar Agamenon Dias – ele era o último indiciado que ainda estava solto e se apresentou na delegacia em Teresina.

Ao todo, quatro pessoas foram denunciadas como autores do crime pelo Ministério Público do Piauí. São eles: Tiago Rocha Santiago, 30; Pedro Vitor Cardoso Almeida, 19; Wicloas Neves Portela, 21; e Diego Bruno da Costa Sousa, 32.

Tiago Rocha é o suspeito de efetuar os disparos de arma de fogo que mataram Agamenon. Segundo o inquérito, o policial foi agredido com chutes, socos e garrafadas e morto baleado pelos acusados por volta das 3h50 em um posto de combustíveis na Avenida dos Expedicionários, próximo ao Mercado do Peixe, na zona sudeste de Teresina.

O indivíduo preso nesta quinta-feira, dia 29, foi indiciado por agredir o policial – no ataque, o policial teve a arma roubada e foi morto com dois tiros disparos pelo equipamento da Polícia Militar do Piauí.

Caso

Agamenon Dias estava uma conveniência do posto de combustível Petróleo acompanhado de seu amigo, Ismael Rodrigues de Araújo. Na fila, um menor de idade, sobrinho de Pedro Vitor Cardoso Almeida, tentou furar a fila e foi repreendido pelo policial, o que deu início a uma briga generalizada.

O policial chegou a empurrar o garoto e mostrou sua arma. Pedro entrou na discussão para defender o sobrinho e os ânimos se alteraram até chegar ao pátio do posto. Durante o trajeto, Pedro entregou sua motocicleta para Wicloas, para que o mesmo saísse em busca de reforços. Neste momento, Tiago e um dos menores iniciaram as agressões contra Agamenon e Ismael.

Com o apoio de Diego Bruno da Costa Sousa, que segurava o PM dentro do carro, efetuou cinco disparos contra a vítima, com sua própria arma. Após os disparos, a vítima ainda foi atingida por diversos golpes com garrafa de vidro.

Compartilhar
Siga:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias