Importunação

O que se sabe sobre morte de jovem após encontro do jogador do Corinthians

Polícia investiga a morte de uma jovem após encontro com jogador do Corinthians
br24h. br24h.
  • Livia Gabriele morreu após quatro paradas cardíacas em hospital em São Paulo
  • Ela tinha um intenso sangramento na vagina ao ser atendida pelo Samu no Tatuapé
  • Ela passou mal no apartamento do atleta do Corinthians na zona leste de Teresina

A Polícia Civil de São Paulo investiga a morte de uma jovem de 19 anos após encontro com o jogador Dimas Cândido de Oliveira Filho, 18, atleta do Sub-20 do Corinthians. O caso ocorreu na noite desta terça-feira, dia 30, no bairro do Tatuapé, na zona leste de São Paulo.

A vítima Livia Gabriele da Silva Matos passou mal e sofreu quatro paradas cardiorrespiratórias – uma delas no apartamento de Dimas. Ela foi levada ao pronto-socorro do Tatuapé pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O resgate foi acionado pelo jogador do Corinthians.

A jovem foi encontrada pela equipe do Samu com intenso sangramento na vagina e em parada cardiorrespiratória. Dimas contou à polícia que foi a primeira vez que se encontrou com Livia. Os dois se conheceram pelo Instagram.

Segundo o jogador, estavam apenas os dois no apartamento. No local, os policiais verificaram que havia sangue no chão, além de toalhas e lençóis sujos de sangue. A cama tinha sido removida para a lateral. O jogador afirmou que a remoção foi feita pela equipe do Samu.

Drogas

Dimas disse que os dois não fizeram uso de nenhum tipo de entorpecente, nem ingeriram bebida alcoólica, e que ela levou dois cigarros eletrônicos. O atleta disse também que os dois tiveram relação sexual e conversaram em seguida. Quando foram para a segunda relação, ele teria percebido que Livia não respondia. Neste momento, ele teria observado que ela tinha desmaiado e ligou imediatamente para o Samu.

Samu

Durante a ligação para Samu, Dimas foi orientado a colocá-la no chão, de barriga para cima, e massagear o peito dela até a chegada da ambulância. O jogador diz que foi nesse momento que viu que ela apresentava um sangramento na vagina, fato que comentou na ligação com o Samu.

Morte Suspeita

O caso foi registrado como morte suspeita no 30º Distrito Policial. O corpo da jovem foi levado para necrópsia no Instituto Médico Legal (IML). O apartamento do jogador também será periciado. O inquérito será conduzido pela 5ª Delegacia de Defesa da Mulher.

Suspeito?

O jogador não é considerado suspeito pela morte no momento. Ele é investigado no caso de morte suspeita, mas não é considerado responsável, segundo a Polícia Civil.

Corinthians

Em nota, o Sport Club Corinthians Paulista informou que “está ciente dos acontecimentos que envolveram um de seus atletas da base, aguarda a investigação dos fatos e está à disposição para colaborar com as autoridades”.

Compartilhar

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias