Importunação

Preso suspeito de matar, filmar e divulgar nas redes sociais em Teresina

O indivíduo identificado apenas como Marcos Vinícius pela Polícia Militar
Redação PI24h Redação PI24h
  • Indivíduo foi preso em baile de reggae durante a Operação Silêncio e Paz
  • O crime ocorreu dia 19 de dezembro no Dirceu, na zona sudeste de Teresina
  • Jackson Vinícius foi morto com mais de 10 tiros em uma casa em Teresina

A Polícia Civil do Piauí prendeu na noite deste sábado, dia 13, o suspeito de matar um desafeto com mais de 10 tiros, filmar o crime e divulgar nas redes sociais em Teresina. O crime ocorreu no dia 19 de dezembro de 2023.

O indivíduo identificado apenas como Marcos Vinícius foi preso junto com outras 74 pessoas em um baile de reggae na zona leste de Teresina dentro da Operação Silêncio e Paz.

A prisão foi efetuada pelo 1º Batalhão da Polícia Militar, que participou da operação sob o comando do major Talles. O suspeito seria integrante da facção criminosa PCC.

Tatuagem entregou suspeito de crime em Teresina. Foto: Divulgação

Crime

Jackson Vinícius Rodrigues de Paiva Barros, 21, foi morto com mais de 10 tiros em uma casa no bairro Dirceu Arcoverde, na zona sudeste de Teresina.

Homicídio na zona sudeste de Teresina. Foto: Reprodução

O crime foi registrado pelo executor e o vídeo circulou no WhatsApp. “A informação que temos é que eles publicaram esse vídeo e ainda debocharam da vítima”, disse o delegado Danúbio Dias, do Departamento de Homicídio e de Proteção à Pessoa (Dhpp).

Segundo a Polícia Militar, três indivíduos armados usando capacete invadiram a casa, mandaram a mãe e a irmã da vítima deitar no chão e executaram o homem a tiros em Teresina. Jackson Vinícius era foragido da Colônia Agrícola Major César de Oliveira desde setembro de 2023.

  • Vídeo: Criminoso executa desafeto a tiros em Teresina
Compartilhar
Siga:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias