Fim da greve na Uespi: acordo entre professores e Governo

Acordo foi celebrado na segunda-feira (4)
Redação PI24h Redação PI24h
  • Professores estavam em greve desde o dia 2 de janeiro
  • No acordo, garantiram um reajuste de 17% de forma escalonada
  • As aulas na IES devem retornar imediatamente

Com mediação do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), representantes do Governo do Estado e gestores e docentes da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) chegaram, na noite desta segunda-feira (4), a acordo sobre greve de professores da instituição, deflagrada no dia 2 de janeiro. A sessão foi conduzida pelo desembargador Agrimar Rodrigues, com apoio do Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania de 2º Grau (Cejusc 2º Grau), por meio da mediadora judicial Patrícia Oliveira.


Participaram da sessão o reitor e o vice-reitor da Uespi, Evandro Alberto de Sousa e Jesus Antônio Abreu; o secretário estadual de Administração, Samuel Nascimento; diretores da Associação de Docentes da Uespi (Adcesp); representantes da Procuradoria Geral do Estado e do Comando de Greve.


Durante o encontro, as partes acordaram pela retomada imediata das aulas na instituição; reajuste de 17% para a categoria, com pagamento escalonado, em três parcelas de 5,35%, até maio de 2026; estabelecimento de novo calendário acadêmico com previsão de reposição de aulas; devolução, em folha suplementar, de valores descontados dos salários dos professores durante o movimento grevista; compromisso com a ampliação das bolsas de pesquisa e extensão para os docentes.


Dentre outros pontos, as partes também acordaram pelo arquivamento de Projeto de Lei enviado à Assembleia Legislativa do Piauí que previa alterações no Plano de Cargos e Carreiras e Remuneração do Magistério Superior da Uespi, modificando a distribuição da carga horária do professor em tempo integral (40 horas), que passaria a ser composta por 16 horas semanais obrigatoriamente destinadas ao ensino e 10 horas semanais em outras atividades acadêmicas, além dos horários pedagógicos.

Assinaram o acordo o desembargador Agrimar Rodrigues, o secretário estadual de Administração, dirigentes da Adcespi, o reitor e o vice-reitor da Uespi. “Além do reajuste para a categoria, outras reivindicações dos professores, acumuladas ao longo do tempo, também foram atendidas. O fato é que essa oportunidade de sentar à mesa, através do Cejusc de 2º Grau, possibilitou às partes interessadas chegarem a um consenso, resultando na melhoria da qualidade do ensino e fazendo com que não haja atraso no período letivo, que ainda está em ajuste, em função das consequências da pandemia”, avaliou o desembargador Agrimar Rodrigues.

Greve da Uespi
Professores terão aumento escalonado de 17% Foto: Divulgação


O secretário estadual de Administração, Samuel Nascimento, também falou sobre a importância das rodadas de mediação e conciliação para o avanço nas negociações entre Governo do Estado e professores da Uespi. “Estamos satisfeitos com o acordo. Todas as negociações foram conduzidas de forma transparente e colaborativa, visando a chegar a um consenso quanto ao que é reivindicado e ao que pode ser atendido, e buscando garantir a valorização dos professores e a qualidade do ensino superior público do Estado”, pontuou.


A professora Lucineide Barros, integrante do Comando de Greve, também destacou o empenho do TJ-PI no sentido de resolver a demanda de forma consensual. “Agradecemos, de modo especial, ao Cejusc de 2º Grau e ao desembargador Agrimar Rodrigues e toda a sua equipe na condução da mediação. Todos estavam envolvidos na busca pela solução deste impasse. Avançamos em pontos importantes para atender as reivindicações dos nossos integrantes. Entendemos que o Tribunal de Justiça cumpriu seu papel ao buscar os acordos e, por fim, a solução destes conflitos. Esperamos que, após este momento, possamos ter uma escuta mais qualificada da Uespi quanto aos pleitos dos professores. Saímos com a esperança renovada”, analisou.

Compartilhar
Siga:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias