Polícia recaptura condenado por matar estudante de Medicina

Tallyne Teles foi brutalmente assassinada em 2009, em Teresina
Redação PI24h Redação PI24h

A Polícia Civil do Piauí prendeu nesta quarta-feira, dia 12, o indivíduo identificado como Nilson Reis Feitosa, conhecido como “Nilsinho”, condenado pelo brutal assassinato da estudante de Medicina Tallyne Teles, em 2009, em Teresina. O foragido foi recapturado em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.


Nilson Feitosa estava foragido desde março – ele foi preso junto com sua companheira Katia Regina Eduardo Camargo, suspeita de financiar a fuga do condenado. Os dois apresentaram documentos falsos durante a abordagem da Polícia Civil.

Katia Regina já tinha sido presa por falsidade documental em Fortaleza. Ela possui antecedentes por furto em São José do Rio Preto e é apontada como financiadora da fuga do criminoso da Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, no Ceará.

Nilson Feitosa foi condenado a 30 anos de prisão pelo sequestro, estupro e assassinato da estudante de Medicina Tallyne Teles. A vítima foi sequestrada, mantida em cárcere e morta a tiros em Teresina.

O indivíduo ainda responde por crimes de roubo, latrocínio (roubo seguido de morte), assalto a banco e estupro de uma estudante de Fisioterapia. A prisão foi efetuada em parceria com a Polícia Civil de São Paulo.

Tallyne Teles
Estudante Tallyne Teles. Foto: Divulgação
Compartilhar
Compartilhar:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias