Réu é condenado a 30 anos de prisão por morte cruel de jovem

O crime ocorreu no dia 23 de outubro de 2021 no município de Paulistana
Redação PI24h Redação PI24h
  • Ele usou de asfixia e afogamento para matar a vítima
  • Gildato sabia que a vítima estaria sozinha em casa
  • O réu foi denunciado por feminicídio e estupro de vulnerável

A Justiça do Piauí condenou nessa terça-feira, dia 20, o réu Gildato Teles de Lima à pena de 30 anos de reclusão, por homicídio contra uma adolescente de 13 anos em Paulistana. O réu, denunciado por feminicídio e estupro de vulnerável, cometeu homicídio com quatro qualificadoras.

O Conselho de Sentença acolheu integralmente a tese do Ministério Público, reconhecendo o homicídio e a incidência das qualificadoras de emprego de asfixia e outro meio cruel (afogamento), uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, assegurar a ocultação de outro crime e feminicídio”, explicou o promotor de Justiça Plínio Fabrício Fontes.

O crime ocorreu no dia 23 de outubro de 2021 no município de Paulistana. Gildato Teles de Lima aproveitou o momento em que sabia que a vítima estaria sozinha em casa para cometer os crimes.

Também atuaram no caso os promotores de Justiça Jorge Luiz da Costa Pessoa e Raimundo Nonato Ribeiro Martins Júnior.

Compartilhar
Siga:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias