Vereador acusado de agredir esposa com arma renuncia no MA

Hindemburgo renunciou para escapar da cassação em Parnarama
Redação PI24h Redação PI24h
  • Vereador renunciou após ser acusado de ameaçar e agredir a esposa no MA
  • Hindemburgo era alvo de um pedido de cassação na Câmara de Parnarama
  • Com a renúncia, ele pode voltar a disputar cargo de vereador em 2024

O vereador de Parnarama, Hindemburgo Lima dos Santos, 41, renunciou ao cargo após ser acusado de ameaçar e agredir a esposa com uma arma de fogo no Maranhão. A renúncia foi apresentada na última segunda-feira, dia 08.

Hindemburgo era alvo de um pedido de cassação na Câmara Municipal de Parnarama. Durante sessão parlamentar, a defesa do vereador apresentou sua carta de renúncia antes que o processo fosse concluído pela Casa.

Se fosse cassado, Hindemburgo estaria impedido de disputar as eleições deste ano, mas com a renúncia pode voltar a disputar uma cadeira na Câmara Municipal de Parnarama.

O vereador foi preso em flagrante na última sexta-feira, dia 05, acusado de agressão, mas foi solto no mesmo dia por decisão do juiz Edmilson da Costa Fortes Lima, da Vara da Família de Timon.

O Ministério Público do Estado do Maranhão (MP-MA) solicitou a decretação da prisão preventiva, mas o magistrado decidiu homologar a prisão em flagrante e conceder liberdade provisória a Hindemburgo.

Compartilhar
Siga:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias