Casos de assédio eleitoral crescem 600% no Piauí, diz MPT

Redação PI24h Redação PI24h

O Ministério Público do Trabalho no Piauí (MPT-PI) continua recebendo casos de assédio eleitoral. No segundo turno das eleições, o número de denúncias cresceu mais de 600% nas últimas semanas. Até esta quinta-feira, dia 27, foram 1.734 casos registrados em todo o Brasil, sendo 27 no Piauí.

Os números integram o relatório diário do MPT e retratam a tendência de crescimento que vem sendo observada em todo o Brasil. Nas eleições de 2018, as últimas eleições gerais, foram 212 casos, nenhum deles no Piauí. “O assédio eleitoral é uma prática deletéria à democracia. E o MPT tem recebido um aumento significativo no número de denúncias, em relação ao primeiro turno. Isso vem exigindo uma atuação célere para darmos respostas rápidas no sentido de punir essas empresas que insistem em atentar contra o direito e a liberdade desses trabalhadores”, ressaltou o Procurador-chefe do MPT-PI, Edno Moura.

O procurador lembrou que o MPT-PI já firmou acordos com empregadores que foram flagrados assediando trabalhadores, dentre as quais, um empresário no ramo de som automotivo e outros dois prefeitos. “A denúncia, quando ela é bem feita, bem instruída, permite com que o órgão tenha uma atuação rápida, célere”, frisa.

Para dar vazão ao recebimento dessas denúncias, o MPT funcionará em regime de plantão durante este final de semana, em Teresina e Picos. O órgão estará com equipes para atuar no recebimento de denúncias relacionadas à assédio eleitoral no ambiente de trabalho. O procurador ressaltou que, o MPT-PI poderá atuar nos casos em que houver ameaças ou coações por parte de empregadores aos trabalhadores para que votem em determinado candidato e ainda em casos em que os trabalhadores estiverem sendo impedidos de exercer o direito ao voto.

O funcionamento das unidades do Ministério Público do Trabalho, durante o final de semana, será nacional. Os trabalhadores podem denunciar casos de assédio eleitoral através do site do MPT-PI, na Aba “Serviços/Denúncias”, ou ainda pelo WhatApp (86) 99544 7488. Elas podem ser feitas de forma sigilosas e anônimas.

Compartilhar
Siga:
Criado em 2019, o pi24h é um portal de notícias com sede em Teresina que tem o compromisso de atualização 24h por dia com qualidade e relevância social com notícias do Piauí, Teresina, Brasil e Mundo.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias