Padre acusado de estupro de vulnerável é preso em Fortaleza

Alexandre Paciolli foi preso na casa de seu pai, em Fortaleza
Renato Rodrigues Renato Rodrigues
  • O MPRJ pediu prisão por crimes ocorridos entre 2022 e 2023
  • Ainda de acordo com o órgão, ele se fez valer da fé e ingenuidade da vítima
  • Alexandre Paciolli foi preso na casa de seu pai, em Fortaleza

Um padre identificado como Alexandre Paciolli foi preso na quarta-feira (3), em Fortaleza, acusado de importunação sexual e estupro de vulnerável.

De acordo com o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), o crime foi cometido contra uma mulher, em agosto de 2022 e janeiro de 2023, em Nova Friburgo, no Rio de Janeiro.

“O padre, se utilizando da ingenuidade e da fé da vítima, sob o pretexto de estar sentindo fortes dores, passou a praticar atos libidinosos com a vítima, que, tendo o denunciado como seu sagrado protetor, não conseguiu oferecer resistência”, afirma o MP.

Ainda segundo o órgão, o suspeito é um líder religioso “muito carismático, conhecido e influente”. Ele já foi apresentador em programas na TV Canção Nova, inclusive do programa denominado “mulheres de fé”.

O padre em questão já foi reitor da Igreja da PUC, responsável pela Igreja de São José. Segundo o MP, a arquidiocese do Rio de Janeiro já havia recebido diversas notícias sobre abusos sexuais cometidos pelo padre.

O mandado de prisão contra Alexandre Paciolli foi cumprido na casa do pai do acusado, em Fortaleza.

Compartilhar

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias