Importunação

Rio terá reconhecimento facial no Sambódromo no Carnaval

Todas as imagens captadas serão transmitidas em tempo real
Hérlon Moraes Hérlon Moraes
  • São mais de 12 mil policiais extras para garantir o acesso à festa
  • É a primeira vez no Carnaval que será usado o videomonitoramento
  • Durante todo o evento haverá monitoramento por drones

O governador Cláudio Castro apresentou, na manhã desta segunda-feira (05/02), o plano operacional do Carnaval 2024. O anúncio foi feito no Palácio Guanabara com as campanhas que serão realizadas pelo Estado durante os dias de folia, como ações de conscientização contra o assédio à mulher e sobre a dengue.

Ao todo, 12.100 policiais militares reforçam o patrulhamento na capital e no interior – aumento de 5% comparado a 2023. Como destaque, a segurança pública terá, pela primeira vez no Carnaval, videomonitoramento com reconhecimento facial na orla da capital, Sambódromo, estações de metrô e Supervia. Todas as imagens captadas serão transmitidas em tempo real para o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

Na Marquês de Sapucaí, no Setor 11, será montado um posto avançado da 6ª DP (Cidade Nova) e unidades especializadas da Polícia Civil. Seis torres de observação também serão instaladas ao longo da Avenida Presidente Vargas e durante todo o evento haverá monitoramento por drones.

“São mais de 12 mil policiais extras para garantir o acesso de todos a essa festa maravilhosa. Esse é um trabalho de integração não somente das secretarias de Governo, mas também com os municípios”, ressaltou o secretário de Estado de Segurança Pública, Victor dos Santos.

Fonte: Governo do RJ

Compartilhar

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias